Nomeações 2019

D. Manuel Linda, bispo do Porto, publica nomeações que aqui apresentamos na íntegra:

O concílio Vaticano II acentua bem que uma Diocese não é uma subdivisão administrativa da Igreja universal, mas antes a própria Igreja universal que se manifesta e torna viva num determinado grupo de fiéis: “Diocese é a porção do Povo de Deus, que se confia a um Bispo para que a apascente com a colaboração do presbitério, de tal modo que, unida ao seu pastor e reunida por ele no Espírito Santo por meio do Evangelho e da Eucaristia, constitui uma Igreja particular, na qual está e opera a Igreja de Cristo, una, santa, católica e apostólica” (CD 11).

Sendo do conhecimento geral que, nas atuais circunstâncias, o número de presbíteros é escasso para as necessidades, para que “o Evangelho e a Eucaristia” constituam efetivo sustento espiritual dos fiéis da vasta Diocese do Porto, os sacerdotes têm-se «desdobrado» em múltiplas tarefas e funções. É verdadeiramente notório o zelo pastoral e a dedicação solícita da generalidade desses sacerdotes que, conhecendo a realidade, ousam assumir sobrecargas de trabalhos que o comum dos fiéis recusaria. A eles o meu muito obrigado e a certeza de uma imensa consideração.

Desde há muito, a Diocese do Porto, onde nasceram muitos religiosos e missionários, habituou-se, também, a contar com a preciosa ajuda de membros das diversas Ordens e Congregações. Também lhes manifesto o meu reconhecimento, pois sem eles não possuiríamos a mesma força para sermos uma “Igreja em saída”, na certeza de que “a alegria do Evangelho é a nossa missão”.

Igual agradecimento dirijo àqueles a quem, por motivos de idade ou doença, tive de aceitar o seu pedido de renúncia: saibam que, como zelosos dispensadores do Evangelho ao longo de décadas e décadas, por vezes em condições dificílimas, “têm os seus nomes inscritos no Céu” (lc 10, 20) e no coração dos seus «fregueses», a quem acompanharam nos momentos de júbilo e de dor. E têm-no também no meu.

Ouvido o Conselho Episcopal e os próprios, para o bem espiritual desta Diocese do Porto, ao abrigo do cân. 157 do Código de Direito Canónico, nomeio, até decisão em contrário, os seguintes ministros ordenados:

SEMINÁRIOS

Dom Vitorino José Pereira Soares, Reitor do Seminário Maior.

Pe. José Pedro da Silva Azevedo, Diretor Espiritual do Seminário Maior, mantendo os múnus anteriores, exceto o de chefe do Gabinete Episcopal.

Pe. João Pedro Serra Mendes Bizarro, Prefeito do Seminário Maior.

Pe. Vasco Alexandre Domingues Soeiro, Prefeito do Seminário Maior, em acumulação com a paroquialidade de Nogueira (Stª Maria) e Silva Escura (Stª Maria).

Pe. Avelino Ricardo Teixeira da Silva, Prefeito do Seminário do Bom Pastor.

Pe. Luís Borges Martins, Diretor Espiritual do Seminário do Bom Pastor, mantendo os múnus anteriores.

PARÓQUIAS

Vigararia de Amarante

Diác. Filipe Martins de Sousa Vales, para exercer o ministério diaconal nas Paróquias de Amarante (S. Gonçalo), Cepelos (Nª Srª da Assunção), Madalena (Stª Maria Madalena) e São Veríssimo, sob a orientação do respetivo Pároco e em dependência formativa do Seminário.

 

Vigararia de Castelo de Paiva-Penafiel

Pe. André Fernando Cardoso Machado, pároco de Paraíso (S. Pedro), mantendo os múnus anteriores.

Pe. Fernando Sérgio Pereira Fernandes, pároco de Sardoura (Stª Maria), mantendo os múnus anteriores.

Pe. Tiago Filipe da Costa Santos, pároco de Lomba (Stº António), Pedorido (Stª Eulália) e Raiva (S. João Baptista).

Vigararia de Espinho-Ovar

Pe. Manuel Monteiro Mendes, pároco de Esmoriz (Stª Maria), mantendo o múnus de Assistente Nacional da Pastoral Familiar.

Vigararia de Gondomar

Pe. Francisco Manuel Costa (Dehoniano), pároco de Fânzeres (Divino Salvador).

Pe. Júlio Cunha Ramos (Capuchinho), administrador paroquial de Foz do Sousa (S. João Baptista).

Vigararia de Lousada

Pe. André David de Vasconcelos Aguiar Soares, pároco de Sousela (Nª Srª da Expectação), Covas (S. João Evangelista) e Nespereira (S. João Evangelista), mantendo os múnus anteriores.

Pe. Micael Danilo Brito da Silva, vigário paroquial de Caíde de Rei (S. Pedro), Meinedo (Stª Maria Maior), Sousela (Nª Srª da Expectação), Covas (S. João Evangelista) e Nespereira (S. João Evangelista).

Vigararia da Maia

Pe. João Emanuel Pinheiro Pereira, pároco de Avioso (S. Pedro) e Avioso (Stª Maria).

Pe. Vasco Alexandre Domingues Soeiro, pároco de Nogueira (Stª Maria) e Silva Escura (Stª Maria), em acumulação com o múnus de Prefeito do Seminário Maior.

Diác. José Almonte Jesús, para exercer o ministério diaconal na Paróquia de Moreira (Divino Salvador) e Mosteiró (S. Gonçalo), sob a orientação do respetivo Pároco e em dependência formativa do Seminário.

Vigararia de Marco de Canaveses

Pe. Samuel André Carvalhas Félix, pároco de Freixo (Stª Maria), Manhuncelos (S. Mamede) e Tuías (Divino Salvador).

Pe. José Carlos Lima Rosa, Pároco de Vila Boa do Bispo (Stª Maria), mantendo os múnus anteriores.

Vigararia de Matosinhos

Pe. Emanuel António Brandão de Sousa, pároco de Matosinhos (Salvador), mantendo os múnus de Diretor Espiritual da Legião de Maria e de Assistente do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar.

Vigararia de Oliveira de Azeméis-S. João da Madeira

Pe. Joaquim José dos Santos Campos, administrador paroquial de Vila Chã de S. Roque (S. Pedro).

Diác. José da Silva Coelho, para exercer o ministério diaconal na Paróquia de S. João da Madeira (S. João Baptista), sob a orientação do respetivo Pároco e em dependência formativa do Seminário.

Vigararia de Paredes

Pe. Arlindo Rafael da Silva Teixeira, pároco de Castelões de Cepeda (S. Salvador) e Madalena (Stª Maria Madalena).

Pe. Felisberto Vilinga (Diocese de Huambo), administrador paroquial de Baltar (S. Miguel) e Rebordosa (S. Miguel), durante um ano, mantendo os múnus anteriores.

Pe. Mário João Ferraz da Rocha Soares, concedida autorização para exercer missão de trabalho pastoral, durante um ano, com Missionários do Espírito Santo, em Moçambique.

Pe. João Nélio Simões Pereira (Dehoniano), pároco de Besteiros (S. Cosme e S. Damião) e Sobrosa (Stª Eulália).

Pe. Marcelino Teixeira de Freitas (Dehoniano), pároco de Cristelo (S. Miguel) e Duas Igrejas (Stª Maria).

Pe. Igor André Barbosa de Oliveira (Dehoniano), vigário paroquial de Besteiros (S. Cosme e S. Damião), Sobrosa (Stª Eulália), Cristelo (S. Miguel) e Duas Igrejas (Stª Maria).

Vigararia de Santo Tirso

Pe. Luís Manuel Cordeiro da Silva Mateus, pároco de Fontiscos (S. Bartolomeu) e Couto (S. Miguel), mantendo os múnus anteriores.

Pe. Manuel Joaquim Cantilal Pinto, pároco de Couto (Stª Cristina), mantendo os múnus anteriores.

Pe. Manuel Torres Fernandes Ramos, pároco de Rebordões (S. Tiago), mantendo os múnus anteriores.

Pe. Miguel Filipe de Freitas Coelho, pároco de Negrelos (S. Tomé), mantendo os múnus anteriores.

Diác. Fernando Carvalho do Vale, para exercer o ministério diaconal na Paróquia de Santo Tirso (Stª Maria Madalena), Fontiscos (S. Bartolomeu) e Couto (S. Miguel).

Diác. Misael Fermín Fermín Calderón, para exercer o ministério diaconal na Paróquia de Santo Tirso (Stª Maria Madalena), Fontiscos (S. Bartolomeu) e Couto (S. Miguel), sob a orientação do respetivo Pároco e em dependência formativa do Seminário.

Vigararia de Valongo

Diác. César Abílio Ventura Pinto, para exercer o ministério diaconal na Paróquia de Valongo (S. Mamede), sob a orientação do respetivo Pároco e em dependência formativa do Seminário.

 

Vigararia de Vila Nova de Gaia-Norte

Pe. Carlos Alberto da Costa Correia (Boa Nova), pároco de Valadares (Divino Salvador) e Vilar do Paraíso (S. Pedro).

Vigararia de Vila Nova de Gaia-Sul

Pe. Jorge Manuel da Rocha Nunes, pároco de Arcozelo (S. Miguel), mantendo os múnus anteriores.

SERVIÇOS

Pe. Vítor Emanuel Dionísio Ramos, chefe do Gabinete Episcopal, mantendo o múnus de secretário das Associações Religiosas.

OUTROS

Cón. José Alfredo Ferreira da Costa, concedida autorização para, a seu pedido, realizar um tempo sabático.

Pe. João Emanuel Pinheiro Pereira, em missão de estudos superiores de Direito Canónico, em Salamanca, Espanha, em acumulação com os restantes múnus.

Pe. Paulo Sérgio Silva Godinho, em missão de estudos superiores de Teologia Dogmática, em Salamanca, Espanha, em acumulação com os restantes múnus.

Pe. Vítor Emanuel Dionísio Ramos, em missão de estudos superiores de Direito Canónico, em Salamanca, Espanha, em acumulação com os restantes múnus.

Porto e Paço Episcopal, 22 de julho de 2019

+ D. Manuel Linda, Bispo do Porto